O papel do pai no parto

Foto de Krista Evans

Falo sempre sobre este ponto nas sessões com os casais que acompanho enquanto doula. Não, o pai não vai só para tirar fotografias, não vai só fazer companhia, tampouco vai só cortar o cordão umbilical ou ver o filho/a nascer. Vai fazer isso tudo e muito, muito mais. 

Vai segurar na mão e dizer que a mulher está a ir bem e é capaz. Vai ajudar a tomar decisões no decorrer do trabalho de parto. Vai garantir que a privacidade da mulher é respeitada. 

Vai servir de lembrete constante do plano de parto que ambos criaram e também de que está tudo bem se tiverem de mudar a rota.

Vai usar técnicas de alívio de dor, como massagens, ajudar a ir ao duche ou usar a bola de pilates. Vai ser o suporte quando a mulher quer deambular. 

A experiência de assistir ao nascimento de um filho é só uma das partes. O papel principal será o de co-piloto desta travessia. Por isso sim, se for desejo da grávida que o pai seja o seu acompanhante no dia do parto, ele pode e deve estar nas sessões de preparação com a doula, para que também ele se sinta confiante e informado para o grande dia. 

Vamos? 😊

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: